Restauro Arquitetônico – A formação do arquiteto

Este é um artigo feito por Kelly Borba e Janaina Cristovão, acadêmicas da disciplina de Sistemas Estruturais II do curso de Arquitetura e Urbanismo da Uniasselvi de Timbó-SC. Aborda a relação dos processos de restauro do patrimônio cultural e a importância arquitetônica de se conservar um monumento histórico. Nisso este artigo se aprofunda especificamente numa residencia localizada na própria instituição de ensino, e que atualmente está sendo restaurada.

Hoje em dia é clara a presença da arquitetura em todas as organizações e áreas de atividades. A conservação e restauração do patrimônio cultural é uma dessas áreas, pois não só utiliza teoricamente o estudo das edificações, mas também cuida da avaliação do monumento em questão, mas principalmente aplica de forma prática em seu dia a dia os elementos atribuídos aos materiais e formas de desenvolver a restauração do projeto de um patrimônio histórico com o mínimo de danos possível com relação aos materiais utilizados em seu restauro. Mesmo havendo inúmeras situações e casos relacionados ao tombamento de muitas edificações, hoje o governo além de criar leis que comprometem o homem a preservar tais bens, atualmente também existe um maior incentivo, pois a busca de restaurar e conservar monumentos históricos, está começando a fazer parte não só da história, mas do respeito e compromisso de que deve-se preservar aquilo que nos foi deixado. Desta forma fica clara a relação entre as duas áreas, sendo que, assuntos abordados em  monumentos, edificações, entre outros tipos de elementos, acabam sendo de grande importância para as cidades e as pessoas, tanto para quem vê, quanto para quem a utiliza, criando assim um símbolo, e uma referência para todos.

[scribd id=242664764 key=key-5sObqJB1gejhBhlLnW8U mode=scroll]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>